Por Cayo Woebcken

Freelancer da Rock Content.

Publicado em 15 de maio de 2019. | Atualizado em 1 de outubro de 2019


O Marketing Interno é uma estratégia em que você consegue aumentar a conexão entre seus colaboradores e sua empresa. Alinhados aos valores da companhia e valorizados por sua importância, os profissionais transformam positivamente o ambiente de trabalho, otimizando os resultados obtidos.

Quando falamos em Marketing, logo pensamos em campanhas e estratégias destinadas a estreitar a relação entre empresa e consumidor. Sua abrangência, porém, é ainda mais ampla.

Além do trato com o público e do zelo pela imagem da marca, o departamento também é responsável por aprimorar o ambiente interno da companhia.

Para possibilitar o máximo de produtividade por parte dos colaboradores, é crucial oferecer um espaço de trabalho estimulante, o que pode ser alcançado com uma cultura organizacional eficiente. Mais do que isso, é preciso adotar técnicas para otimizar o entendimento entre a empresa e os profissionais que a integram.

Esse é o objetivo principal do Marketing Interno, também conhecido como endomarketing. Neste artigo, vamos explicar o conceito, exemplificar seus diferentes formatos e passar dicas para você aplicá-lo em sua empresa. Confira!

O que é Marketing Interno?

Para entender o Marketing Interno, você pode começar lembrando o conceito de Marketing externo, ou seja, o convencional. Trata-se de um conjunto de esforços para qualificar a comunicação da organização com o mercado, seja por meio do branding, seja por meio da criação de conteúdos direcionados à persona.

Sendo assim, podemos entender o endomarketing como uma prática que tem o mesmo objetivo. A diferença é que, em vez de lidar com concorrentes e consumidores, os profissionais dessa área têm como alvo os próprios integrantes da empresa, desde colaboradores até gestores.

O objetivo dessa abordagem é criar um ambiente em que os integrantes da equipe sejam encorajados a manter o engajamento com a marca. Um dos principais benefícios dessa prática é a elevação da produtividade, já que sabemos que um colaborador desengajado encontra dificuldades para concluir tarefas de forma eficaz.

Ainda que importante, esse benefício não é o mais vistoso entre os oferecidos pela prática. A aplicação de estratégias de Marketing voltadas para o ambiente interno da companhia possibilita que o negócio venda a própria imagem — além dos produtos — para os seus colaboradores.

O resultado é a transformação dos trabalhadores em verdadeiros embaixadores da marca, o que tende a aprimorar suas taxas de sucesso. Afinal, quando trabalham alinhados à visão e aos valores da companhia, os profissionais têm maior facilidade em transmitir o sentimento de confiança aos consumidores.

Portanto, o marketing interno é uma ferramenta empregada para garantir que os integrantes da empresa realmente vistam a camisa. Ligados a um objetivo maior, os funcionários têm a motivação e produtividade elevada. Com a satisfação em dia, a taxa de rotatividade tende a cair consideravelmente.

Existem diferentes tipos de aplicação dessa abordagem. No próximo tópico, trataremos dos principais. Continue a leitura!

Quais são os principais tipos de Marketing Interno?

É inviável a aplicação de qualquer estratégia de Marketing — interno ou externo — sem a existência de um diálogo eficiente com o receptor. Por isso, todas as ações de endomarketing só são possíveis com a implementação de uma política de incentivo à comunicação interna.

O elemento é tão importante que algumas empresas se baseiam inteiramente nele para criar suas campanhas. É o caso da Best Buy, gigante varejista americana.

Notando uma taxa de rotatividade acima do esperado, a companhia apelou para um dos pilares do Marketing Digital: as redes sociais. Para criar maior engajamento entre seus trabalhadores, investiu na elaboração e divulgação de uma rede para uso exclusivamente interno.

Na plataforma, além de acessar com facilidade informações institucionais como missão e valores, os colaboradores podem se comunicar uns com os outros. Com a oportunidade de trocar ideias, experiências e feedbacks, eles começaram a utilizar a rede como ferramenta para solucionar pequenos problemas surgidos no expediente.

A ideia da corporação se mostrou um sucesso. Além de aprimorar a comunicação interna, a implementação da rede fortaleceu a cultura organizacional da Best Buy. Como resultado, a taxa de rotatividade de colaboradores diminuiu em aproximadamente 50%.

A seguir, vamos nos aprofundar em outros tipos de abordagens eficientes para a aplicação do endomarketing, apresentando exemplos de empresas que os adotam.

Valorização do colaborador

Da mesma forma que um cliente precisa de boas experiências para se fidelizar, um colaborador tem que se sentir valorizado para que possa executar suas funções com excelência. Pensando nisso, muitas organizações baseiam suas estratégias de Marketing Interno no reconhecimento da importância de seus profissionais.

Um dos exemplos mais relevantes nesse sentido é oferecido pela montadora de carros Fiat. A abordagem segue a ideia apresentada pelo conceito de Marketing 3.0, que prega que a humanização das marcas é fundamental para a criação de bons resultados em longo prazo.

No caso, a montadora preza pelo lado pessoal de seus funcionários, e não apenas pelo profissional. Por isso, a gigante italiana faz questão de demonstrar preocupação com os familiares de seus integrantes.

Entre os programa oferecidos estão colônias de férias e festas de debutante para os filhos, além de celebrações de bodas de casamento.

Oferecimento de capacitação e plano de carreira

Outra forma de valorizar o colaborador é o que faz a Toyota. Toda vez que sacramenta uma nova contratação, a empresa japonesa investe na capacitação profissional do recém-chegado, que passa por 5 meses de treinamento.

A ideia é fazer com que o funcionário vivencie todas as etapas de produção. Por isso, ele divide seu tempo de treinamento entre fábricas e concessionárias. Dessa forma, além de facilitar a assimilação da cultura organizacional, a companhia contribui para a formação de um trabalhador mais qualificado.

Como forma de fortalecer ainda mais o compromisso da marca com os integrantes da empresa, você pode ainda oferecer um plano de carreira. Ao indicar o caminho para o crescimento dentro do ambiente de trabalho, você dá ao colaborador mais motivação para apresentar o melhor de si.

A prática é adotada de forma muito interessante pela Portobello, atuante no ramo de revestimentos cerâmicos. A organização utiliza gibis para divulgar a forma como colaboradores podem se desenvolver dentro da empresa.

Assim, por meio de uma abordagem lúdica e divertida, os gestores conseguiram demonstrar a preocupação com o crescimento profissional dos colaboradores, transformando positivamente o ambiente de trabalho.

Temos certeza que estes outros conteúdos podem te ajudar também!
👉 Canvas do marketing digital: planeje a sua estratégia online completa!
👉 4 Ps do marketing: entenda o conceito do Mix de Marketing
👉 Análise SWOT ou Matriz F.O.F.A.: o que é e como fazer [templates]
👉 Como definir o orçamento de marketing da sua empresa em 2019

Como implementar o endomarketing em sua empresa?

Para implementar o Marketing Interno em sua companhia, você pode tirar lições do que é feito no Marketing tradicional. Antes de lançar campanhas direcionadas a uma persona, é preciso entender algo fundamental: suas dores e motivações. O endomarketing parte do mesmo princípio.

Portanto, comece buscando um entendimento completo sobre as reais necessidades de seus colaboradores. Nesse ponto, é essencial que você entenda seus funcionários não como um mero ativo da companhia, mas como os protagonistas responsáveis por executar todas as ações que dão alma ao negócio.

A partir disso, seja transparente. Deixe que todos os setores da empresa entendam sua própria relevância nos resultados. É importante criar um ambiente interativo e colaborativo, de modo a incentivar o compartilhamento de feedbacks que possam gerar insights sobre as melhores formas de abordagem para o seu endomarketing.

Realize eventos corporativos

A realização de eventos organizados pela corporação é uma excelente forma de estimular o engajamento interno. Ao longo do texto, já tratamos da importância de oferecer cursos e palestras de capacitação, a fim de valorizar o colaborador e estimular sua excelência.

Porém, nem todos os eventos com esse fim precisam ter uma pegada tão formal. Lembra que a comunicação interna é primordial para o endomarketing? Então, essa é uma oportunidade para promover reuniões fora do ambiente de trabalho, o que estimula a conexão das equipes envolvidas.

Nunca deixe de oferecer feedback

O feedback é uma peça essencial para o bom funcionamento do marketing interno. Lembre-se que a ideia principal é estreitar a relação entre empresa e colaboradores e, portanto, se ausentar em momentos importantes pode ser prejudicial.

Aqui, vale lembrar que o reconhecimento por resultados positivos é tão importante quanto as críticas por erros cometidos. Para otimizar ainda mais a harmonia do ambiente de trabalho, você pode transformar os feedbacks em eventos para premiar as performances que mais contribuíram para o sucesso do negócio.

Crie narrativas para engajar os colaboradores

Por fim, é importante ressaltar que nenhuma prática de endomarketing pode ser realizada com sucesso se a companhia não conta com uma história de fundo atraente para seus integrantes. É daí que vem toda a importância de conceitos como a missão, a visão e os valores do empreendimento.

Então, é fundamental que você tome atitudes para garantir que todos estão alinhados sob as mesmas ideias. Para tal, é interessante criar campanhas e slogans, que podem ser convertidos em adesivos, camisas e acessórios a serem utilizados pelos seus funcionários.

Ao fazer isso, você os insere definitivamente na cultura da companhia, fazendo com que se sintam parte daquilo tudo. Com isso, sua motivação é potencializada, o que causa o aumento da produtividade e, consequentemente, dos resultados gerais do empreendimento.

O investimento em técnicas de Marketing Interno estimula o engajamento de colaboradores com a empresa. Se bem trabalhada, essa estratégia tem o poder de criar verdadeiros embaixadores da empresa, o que aumenta o desempenho das equipes e diminui a taxa de rotatividade.

Ao longo do artigo, falamos sobre a importância de humanização da marca, tanto para o Marketing Interno quanto para o externo. Quer saber mais? Continue a leitura e aprenda mais sobre o marketing human to human!

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *